Morre o Senador Itamar Franco

O senador e ex-presidente na República Itamar Franco (PPS-MG)morreu na manhã deste sábado no Hospital Albert Eisntein, em São Paulo.

Itamar estava internado desde o dia 21 de maio para tratar de uma leucemia, tipo de câncer que atinge os glóbulos brancos do sangue. Segundo os médicos, ele melhorou da doença, mas acabou contraindo uma pneumonia grave.
Devido ao quadro, ele passou o aniversário de 81 anos, ocorrido em 28 de junho, na Unidade de terapia intensiva (UTI) do hospital.
Segundo nota divulgada pelo Albert Einstein, o ex-presidente sofreu um acidente vascular cerebral (AVC)  na UTI e morreu às 10h15 da manhã.
O corpo deverá ser transferido para Juiz de Fora (MG) neste domingo, para ser velado. Na segunda-feira, segue para Belo Horizonte, onde será cremado após receber homenagens no Palácio da Liberdade.
`
PIOR DO QUE MORTE DO SENADOR É SABER QUEM É O SUPLENTE:

O primeiro-suplente de Itamar é o empresário e presidente do clube de futebol Cruzeiro José Perrela de Oliveira Costa (PDT-MG), conhecido como Zezé Perrella.
Leia Mais

SELEÇÃO BRASILEIRA

A seleção brasileira estreia neste domingo na Copa América da Argentina recheado de craques garotos dispostos a resgatar o bom futebol que sempre encantou torcedores do país e estrangeiros. Mano Menezes “ouviu o povo” e vai escalar atletas renegados por Dunga na Copa do Mundo de 2010, na África do Sul, quando o Brasil foi eliminado nas quartas de final pela Holanda. O jogo contra a Venezuela, válido pelo Grupo B, começa às 16h, de Brasília, no Estádio Único de La Plata (a 60 km de Buenos Aires). Paraguai e Equador se enfrentam 18h30, em Santa Fé.
Neymar (19 anos), Paulo Henrique Ganso (21) e Alexandre Pato (21) formam ao lado do “papai” Robinho, 26, um quarteto ofensivo que, na teoria, empolga como não se notava havia pelo menos cinco anos – o fracassado quarteto mágico de Parreira, com Ronaldinho Gaúcho, Kaká, Adriano e Ronaldo. As comparações, porém, vão mais longe do que o time de 2006.
“Ganso, você acredita que esta seleção pode jogar um futebol parecido com o da seleção brasileira de 1982, que encantou o mundo?”, perguntou um jornalista espanhol ao camisa 10, lembrando equipe que foi derrotada na Copa do Mundo Espanha, mas eternizou a expressão “futebol-arte”. O santista disse que não poderia responder antes de o time entrar em campo, mas a pergunta mostra que a expectativa por saber o que esses jogadores podem fazer juntos supera fronteira do Brasil e da América do Sul.

O quarteto fez apenas uma partida, a vitória por 2 a 0 sobre os EUA, em agosto de 2010, na estreia de Mano. Depois Ganso e Pato tiveram lesões, Neymar brigou com o ex-técnico do Santos Dorival Jr., e ficou de castigo na seleção, e Robinho ganhou descanso. Mano não conseguiu repetir o que acha hoje o time perfeito. Pelo menos isso é o que ele ouve nas ruas:

“Eu ouço bastante (opinião) dos outros porque penso que é uma virtude. Algumas coisa você acaba deletando, porque se ouvir tudo vira falta de convicção”, disse o treinador.
 
A tendência 4-3-3
O esquema que Mano vai colocar em campo nesta tarde funcionou até agora contra times fracos, mas fracassou contra os fortes, como Argentina, França e Holanda. Faltavam os quatro juntos? Talvez, mas o técnico admite que a tática é uma tendência mundial inspirada no Barcelona, o melhor time do mundo.
“O que cabe a times diferentes, como Brasil e Argentina, é melhorar essa tendência. É o que vamos tentar fazer para conquistar a Copa América”.
Neymar é o mais badalado do quarteto, mas Ganso é a peça-chave, apesar de estar totalmente à sombra com companheiro de Santos no período de treinamentos na cidade de Los Cardales, a 60 km de Buenos Aires . Nos primeiros treinamentos esteve lento, mas garantiu que está 100% fisicamente e pode render no esquema pretendido pelo técnico.
A rival Venezuela é uma incógnita, já que o técnico César Farías fechou a maioria dos treinamentos na preparação e brigou com a imprensa local.
Ele não convocou jogadores do Deportivo Táchira, time da cidade de San Cristóbal, a única no país que tem como preferência o futebol (o beisebol supera em todas as outras), mas deve escalar seu time em um 4-4-2, com três homens de marcação no meio de campo. Ele pretende parar Ganso.
FICHA TÉCNICA

BRASIL X VENEZUELA

Data:
3 de julho (domingo)
Horário: 16 horas (de Brasília)
Local: Estádio Único Ciudad de La Plata, em La Plata (Argentina)
Árbitro: Raúl Orosco (Bolívia)
Auxiliares: Efrain Castro (Bolívia) e Marvin Torrente (México)

Brasil: Julio Cesar; Daniel Alves, Lúcio, Thiago Silva e André Santos; Lucas Leiva, Ramires e Paulo Henrique Ganso; Neymar, Alexandre Pato e Robinho. Técnico: Mano Menezes

Venezuela: Vega; Rosales, Perozo, Vizcarrondo e Chichero; Tomás Rincón, Lucena, Seijas e Arango; Rondón e Moreno. Técnico: César Farías
Ler Mais

Vitória Evangélica e Campanha do P. Silas Malafaia

A PEC 23/2007 que “visa acrescentar orientação sexual no rol das vedações a discriminação da Constituição do Estado do Rio de Janeiro” foi rejeitada por volta das 22 horas desta terça na Alerj. A pauta foi taxada de “PLC 122 carioca” e recebeu grande recusa dos seguidores do Pastor Silas Malafaia, que fez intensa campanha contra a proposta.

A PEC obteve apenas 38 votos a favor e 39 de contra vetando a proposta, mesmo assim precisaria de 42 votos a favor para ter quorum e ser aprovada. O presidente da Alerj, deputado Paulo Mello, também vetou a proposta de voltar a pauta de votações e discussões da casa neste ano.

O plenário recebeu durante todo o dia diversos manifestantes e lideranças evangélicas que protestaram contra a proposta. Dentre os presentes estavam o pastor Marcos Gregório, do Ministério Apascentar de Nova Iguaçu, e representantes do Pastor Silas Malafaia. Os manifestantes recebiam com fortes vaias os discursos a favor da PEC e saldavam cada palavra a favor.

Também esteve presente diversos manifestantes pró-gays que queriam a PEC 23/2007 aprovada. Ao final da votação os presentes tiveram que ser contidos por uma sirene pois devido aos protestos de ambas as partes iniciaram um pequeno tumulto.

Os deputados que votaram a favor falaram em preconceito, homofobia e estado laico após a rejeição, já os deputados que votaram contra agradeceram ao presidente da casa e ao criador do projeto, deputado Gilberto Palmares (PT-RJ), pela cordialidade do debate. No total 29 deputados não votaram ou não estavam presentes no momento da votação.

Esta foi a segunda vez que a PEC 23/2007 entrou em pauta na Alerj, na primeira foi aprovada pela grande maioria dos deputados tendo apenas dois votos contra. Entre os que haviam votado a favor estavam diversos politicos evangélicos como o filho do Missionário R.R. Soares, da Igreja Internacional da Graça, e o irmão do Pastor Silas Malafaia que alegou não ter prestado a devida atenção no que seria a pauta quando votou a favor e nesta terça discursou contra a mesma.


Fonte: Gospel+
Ler Mais

Aprende Brasil

Enquanto os estupidos da educação brasileira tentam colocar nas escolas kits gay o governo argentino criou uma espécie de “kit anticorrupção” para ser distribuído a 1 milhão de alunos do ensino médio no país.
O objetivo é fazer com que os adolescentes reflitam sobre o assunto ao mostrar que atitudes transgressoras nascem em pequenas ações como colar em uma prova na escola.
O material de 62 páginas foi criado pelo Departamento Anticorrupção e traz também um vídeo ficcional com a história de um jovem que rouba as respostas de um exame de inglês, mas tempos depois não consegue arranjar emprego por não dominar a língua.
De acordo com o jornal argentino Clarín, o guia tenta conscientizar os jovens de que a “corrupção está profundamente enraizada em um traço cultural.”
Para ilustrar a mensagem, o texto compara a atitude de um funcionário público que desvia dinheiro destinado a hospitais a de uma pessoa que pega transporte público sem pagar passagem.
O kit afirma ainda que algumas ações, como jogar papel na rua, por menores que possam parecer, podem influenciar outras pessoas o que causaria entupimento de ralos e canais e, consequentemente, inundações. E estas enchentes são responsáveis, muitas vezes, pela morte de pessoas.
A divulgação de que o Departamento Anticorrupção fez um convênio com o Ministério da Educação para utilizar o guia nas aulas de Formação Ética e Cidadania causou polêmica. Os críticos dizem que o conteúdo minimiza a corrupção por parte de políticos do Estado.
Ler Mais

Frente Parlamentar Evangélica



A Frente Parlamentar Evangélica existe há mais de dez anos e foi criada com a intenção de ajudar na luta em assuntos polêmicos como aborto, união civil gay, liberdade religiosa, entre outros temas que dizem respeito à família e a fé cristã. Atualmente ela é presidida pelo Deputado Federal João Campos do PSDB, partido da oposição.
A maioria dos deputados e senadores que fazem parte da Frente é de partidos governistas, ou seja, a favor do governo e apenas uma pequena parte, dez deputados, faz parte da oposição.
Nos últimos dias, devido à liberação do casamento civil gay e a tentativa da inclusão do kit de combate a homofobia nas escolas públicas a Frente tem se manifestado e ganhado olhar da sociedade não só evangélica.
A Frente Parlamentar Evangélica, apesar de ser formada por mais de setenta políticos, não é um órgão reconhecido oficialmente pelo governo. Ela foi uma forma que parlamentares evangélicos encontraram de se unirem para lutarem por interesses que norteiam a fé de ambos.
Segue abaixo a lista com os nomes, partido, estado e base de todos os deputados e senadores que fazem parte da Frente Parlamentar Evangélica atualmente:
Deputado / Partido / Estado
  • Antônia Lúcia PSC – AC
  • Sabino Castelo Branco PTB – AM
  • Silas Câmara PSC – AM
  • Henrique Afonso PV – AC (oposição)
  • Fátima Pelaes PMDB – AP
  • Erivelton Santana PSC – BA
  • Marcio Marinho PRB – BA
  • Sérgio Brito PSC – BA
  • Ronaldo Fonseca PR – DF
  • Lauriete Rodrigues PSC – ES
  • Humberto Mannato PDT – ES
  • Sueli Vidigal PDT – ES
  • Audifax Barcelos PSB – ES
  • Iris de Araújo PMDB – GO
  • João Campos PSDB – GO (oposição)
  • Erivelton Santana PRB – MA
  • José Vieira PR – MA
  • Edivaldo de Holanda PTC – MA
  • Lourival Mendes PTdoB – MA
  • Sétimo Waquim PMDB – MA
  • George Hilton PRB – MG
  • Gilmar Machado PT – MG
  • Leonardo Quintão PMDB – MG
  • Lincon Portela PR – MG
  • Rodrigo Grilo PSL – MG
  • Walter Tosta PMN – MG
  • Josué Bengston PTB – PA
  • José Marinho PSC – PA
  • Francisco Eurico PSB – PE
  • Anderson Ferreira PR – PE
  • Aguinaldo Ribeiro PP – PB
  • André Zacharow PMDB – PR
  • Fernando Francischini PSDB – PR (oposição)
  • Edmar Arruda PSC – PR
  • Hidekazu Takayama PSC – PR
  • Andreia Zito PSDB – RJ (oposição)
  • Arolde de Oliveira DEM – RJ (oposição)
  • Benedita da Silva PT – RJ
  • Adilson Soares PR – RJ
  • Eduardo Cunha PMDB – RJ
  • Felipe Pereira PSC – RJ
  • Antony Garotinho PR – RJ
  • Liliam Sá PR – RJ
  • Neilton Mulim PR – RJ
  • Vitor Paulo PRB – RJ
  • Walney Rocha PTB – RJ
  • Aureo Ribeiro PRTB – RJ
  • Washington Reis PMDB – RJ
  • Lindomar alves PV – RO (oposição)
  • Nilton Balbino PTB – RO
  • Johnathan de Jesus PRB – RR
  • Ronaldo Nogueira PTB – RS
  • Onyx Dornelles DEM – RS (oposição)
  • Heleno da Silva PRB – SE
  • Laercio Oliveira PR – SE
  • Roberto de Lucena PV – SP (oposição)
  • Antônio Bulhões PRB – SP
  • Bruna Furlan PSDB – SP (oposição)
  • Jefferson Campos PSB – SP
  • Jorge Tadeu DEM – SP (oposição)
  • Marcelo Aguiar PSC – SP
  • Marco Feliciano PSC – SP
  • José Olimpio PP – SP
  • Otoniel Lima PRB – SP
  • Paulo Freire PR – SP
  • Newton Lima PT – SP
Senador / Partido /  Estado
  • Walter Pinheiro PT – BA
  • Magno Malta PR – ES
  • Marcelo Crivella PRB – RJ
Presidente: Dep. João Campos
Vice-Presidentes: Dep. Antony Garotinho, Dep. Benedita da Silva, Dep. Paulo Freire, Dep. Roberto de Lucena e Senador Walter Pinheiro.

Fonte: Gospel+
Ler Mais
 
Noticias Variadas | by TNB ©2010